Domingo, 04 de Julho De 2010

Especial MADRID 2010

Olá! Bem-vindas ao Especial Madrid 2010! Tal como fiz quando fui a Londres, vou relatar a minha viagem e dar alguns conselhos importantes.

 

Atenção: Durante o Especial, vou colocar algumas fotos tiradas por mim, e outras retiradas da Internet. TODAS as fotos tiradas por mim têm o símbolo do metro de Madrid, com a inscrição "MPF em Madrid", e o link do Blog. Todas as restantes que não tiverem o símbolo são retiradas da internet. Clica nas imagens para aumentar.

As marcas que eu divulgar, não me pagam para o fazer! Simplesmente, vou dizer restaurantes e lojas onde fui etc..

 

 

Dia 1 - 24 de Junho - Dia da Viagem


Desta vez decidimos ir de carro, ou seja, tivemos de aguentar a (chata) viagem de carro, que dura um pouco mais de 6 horas. Não fomos de avião pois achávamos que ia ser mais chato ir ao Aeroporto, ter de fazer check-in... Arrependemo-nos pois a viagem é muito cansativa de carro, e, na semana anterior, a Ryanair tinha voos para Madrid a 2€ (por pessoa). Paramos perto de Salamanca para almoçar, e chegamos a Madrid perto das 17:30 (hora espanhola).

 

Mais uma vez fomos para um Novotel. O Novotel Puente de la Paz tem uns acessos complicados e é essencial ter um GPS, pois Madrid tem imensas auto-estradas e saídas, e pouca sinalização.

O Hotel está num sítio horrível, num extremo da cidade, na parte residencial, e a estação de metro mais próxima é a cerca de 10 minutos a pé.

 

(clica para aumentares)

 

 

Apanhamos o metro até à conhecida Praça de Espanha. Havia muita gente sentada ou deitada na relva, o que me fez lembrar um pouco Londres. Madrid tem temperaturas muito elevadas, por isso levem roupa fresca, e bebam muita água. Vimos o monumento a Miguel de Cervantes (criador da famosa persongem Dom Quixote de la Mancha), que também fica da Praça de Espanha e continuamos a andar até ao Palácio Real, que fica relativamente perto.

O jardim ao lado do Palácio é muito bonito, mas com o calor que estava passear por lá é quase impossível. O Palácio Real, residência oficial dos Reis de Espanha, é muito bonito e grande, mas vê-se que precisa de ser renovado. Algumas janelas parecem que não são limpas à meses, e mesmo a pintura do palácio está "suja".

 

 

Ao lado do grande Palácio situa-se a majestosa Catedral de Almudena, onde, à cerca de 5 anos se casaram os Príncipes das Astúrias, Leticia e Felipe. A Catedral é fantástica, tanto por fora como no interior. Tens vários altares todos eles muito coloridos, e, é um sítio bem fresquinho ;) Mas, os altares, em vez de flores, tinha plantas em vaso, para aguentares melhor o calor abrasador que se faz sentir em Madrid.

 

Fomos passear pela zona antiga e histórica de Madrid, que é muito bonita e agradável, com muitas lojinhas de recuerdos, e um mercado muito engraçado e com um toque antigo.

Fomos até um dos pontos turíticos mais conhecidos de Madrid. A Plaza Maior, é, sem dúvida, um sítio fantástico para se estar... O problema é que as esplanadas de cafés que lá existem são todas caríssimas!...3 bebidas ficaram perto de 13 euros!

 

 

 

Fomos passeando por pequenas ruas cheias de lojinhas e chegamos à Plaza Puerta del Sol. Madrid é conhecido pelas suas diversas praças amplas e bonitas, e a Puerta del Sol não é excepção. No momento em que nos encontrávamos na Praça estava a decorrer uma mnifestação, o que nos impediu de ver o famoso Urso que é o símbolo de Madrid. Voltámos a esta preça no dia 3, mas isso fica para mais tarde...

 

Apesar de não parecer pelo tempo nas fotos, já eram 20:30, por isso, fomos jantar e voltamos ao Hotel, que ficava a cerca de 50 minutos (de metro) do centro da cidade.

 

 

Dia 2 - 25 de Junho - Museus & etc.


 

 

Começamos por visitar um dos sítios mais emblemáticos de Madrid, a grande Praça de Touros de Las Ventas. Para quem não sabe, é a maior da

Europa e a segunda maior do Mundo. É do mesmo estilo do "nosso" Campo Pequeno, só que muito maior.Não fomos fazer uma visita ao interior da praça de touros, pois não achamos que seria necessário. Além disso, sou contra as touradas.

Passeámos pelas imediações da praça e vimos os estábulos. O tempo de manhã estava enevoado, mas à tarde ficou quente, muito quente!...

 

 

Seguimos para Moncloa, onde se situa o Palácio com o mesmo nome da localidade, que é a sede central da Presidência do Governo de Espanha e a residência oficial do primeiro-ministro e da sua família. Além do palácio, também existe o grande Farol de Moncloa(é uma torre, Madrid não tem mar) e a Puerta de Monlcloa(não sei se era este o nome, corrijam-me se estiver errada).

 

Cotinuamos até ao Parque de Rosales onde andamos de teleférico. Atravessamos toda a cidade e contemplamos uma vista magnífica, e, apesar de eu ter vertigens, o esforço compensou. Mas, antes disso, passamos por uma Zara e o El Corte Inglés.


Almoçamos e fomos até a um dos locais comerciais mais conhecidos de Madrid, a Gran Vía. Tem muita agitação e vê-se Zara's, Sfera's

e H&M's com  muita frequência. Mas uma coisa que me impressionou foi a quantidade de pessoas e pedir e a viver nas ruas. Nunca tinha visto tanta gente a viver em situações de extrema pobreza. É realmente impressionante. Além disso, vê-se prostituição "à descarada".

 

 

Seguidamente fomos até à famosa Praça de Cibeles onde são festejadas as vitórias do maior clube da cidade, o Real Madrid. É uma praça lindíssima, com uma fonte com o mesmo nome da praça. Peço desculpa por a fotografia não ser a melhor, mas podem ver a fonte e atrás o Palácio das Comunicações, que é a estação central dos Correios de Madrid.

 

 

Continuamos caminho até à Puerta de Alcalá, que fica mesmo em frente do Parque del Buen Retiro, o equivalente ao Hyde Park em

Londres. O parque é muito agradável e cheio de animação. Tem pessoas a tocar nas ruas do parque, um lago  fantástico onde se pode andar de barco, um "Palácio de Cristal"(funciona como estufa) e ainda um museu de arte moderna onde vimos uma exposição muito engraçada sobre a alimentação e a comida.

 

 

Como o parque atravessa parte da cidade, saímos perto da grandiosa estação de comboios de Atocha, onde, no dia 11 de Março de 2004 morreram 191 pessoas devido a ataques terroristas nas linhas numa das maiores estações de comboios de Espanha.

 

É uma estação cheia de agitação e com um design muito bonito (um dos arquitectos foi Gustave Eiffel).

 

 

 

 

Perto de Atocha está o Triângulo de Ouro da Arte - os 3 museus mais importantes de Madrid. O Rainha Sofia, o Thyssen-Bornemisza e o Museu do Prado. Fomos em primeiro lugar ao Thyssen-Bornemisza pois não tem horário gratuito. Tem imeeeensos quadros, muitos retratos e a colecção privada da família.

Seguimos para o Rainha Sofia (Reina Sofia em espanhol), onde se encontra uma das maiores obras do pintor espanhol Pablo Picasso, o "Guernica". O quadro é sem dúvida fantástico, e o museu tem quadros excelentes de pintores muito conhecidos como Juan Miró ou Salvador Miró.

 

Dia 3 - 26 de Junho - Desportos & Compras

 

 

 

Começamos este dia por ir até ao famoso estádio Santiago Bernabeu, palco dos jogos do Real Madrid, onde jogam os craques portugueses Cristiano Ronaldo e Pepe. Estava a decorreu no exterior do estádio um campeonato de street basket, por isso, as imediações do estádio estavam cheias de gente. Não fomos ao interior do estádio, pois não achamos necessário conhecer, até porque já conheciamos o Estádio do Dragão, e os estádios são parecidos.

 

 

Seguimos para o centro empresarial de Madrid onde se encontram as torres K.I.O. (ou Puerta de Europa).

Passeámos por essa zona e voltámos ao centro da cidade para ver a Praça de Cólon (Colombo). Como o calor era intenso , parámos para descansar.

Já tínhamos visto tudo em Madrid, e só nos faltava o Museu do Prado, o edíficio Metropólis e o Urso.

 

 

Por isso, fomos até à Gran Vía para ver o emblemático edifício Metropólis, e subimos até à Plaza Puerta del Sol para ver o famoso Urso.

 

Além disso, na Praça existe uma Topshop! Confesso que fiquei um pouco desapontada. No site tudo parece muito mais bonito do que é ao vivo. Além disso, tem muitas mais coisas no site. Fiquei um pouco triste.

 

 

Nessa tarde, como tínhamos de esperar pelas 18:00h para irmos ao museu do Prada no horário gratuito, fomo fazer compras à Gran Via. A H&M é gigaante! Vende tudo. Desde champôs e cremes corporais até bodys para dançar! Tem o triplo dos artigos que te aqui em Portugal.

 

Para finalizar a tarde, fomos ver o estádio do Atlético de Madrid, onde joga o Simão Sabrosa, o estádio Vicente Calderón. Esteticamente o estádio é mais bonito do que o do Real Madrid. Só que fica numa zona residencial, muito longe do centro da cidade.

 

 

 

 

E, por último, fomos ao Museu do Prado. É um museu grande, com uma colecção notável, e por isso demora muito tempo a ver. É sempre o

mesmo tipo de pintura, do século XVI até ao XIX. Os temas são a religião, cenas bíblicas ou retratos, o que torna o museu um pouco cansativo.

 

 

 

ÚLTIMO APONTAMENTO: Madrid é uma cidade cosmopolita, mas acho Lisboa mais bonita e com mais interesse do que Madrid. E, depois de ter ido a Londres, é díficil adorar Madrid. Mas não desgostei, muito pelo contrário. Mas fomos 4 dias e 2 dias chegavam perfeitamente para ver a cidade.

 

Quinta-feira, 24 de Junho De 2010

Mais sobre a MPF

Pesquisa

 

Visitas

Contador free
Camisetas

Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31