Segunda-feira, 16 de Agosto De 2010

...

Boas Férias ♥ !
 
Vou ter a minha merecida pausa neste Verão, quando voltar, daqui a 1 semana prometo novidades e muitas fotos!
See u next week !
 
crated by misspiafashion às 08:00
link do post | comentar | ver comentários (16) | favorito
Quarta-feira, 14 de Julho De 2010

Travel Guide

Uma leitora, que vai para Londres, pediu-me para fazer uma lista do que levar na mala, na necessaire, o que vestir...
Devido ao meu problema com a Internet no passado fim-de-semana, o post vem com uns dias de atraso.
 
 
 
 
Para começar, deves tentar deixar a mala o mais leve possível. Evitas problemas nos aeroportos e é mais confortável para ti. Lembra-te que, geralmente, volta-se sempre com mais coisas na mala do que quando partimos em viagem.
 
 
Deves levar um guarda-chuva, visto que vais para Londres. Faz fotocópia dos teus documentos e leva-os também, é sempre bom ir prevenida.
Deves também levar na tua carteira o teu telemóvel, agenda, dinheiro, cartões, documentos, MP3, guia da cidade etc.
 
 
Dependendo dos dias que vais ficar, vês quantas peças de roupa de vais levar. Deves pensar previamente os conjuntos que queres fazer com as tuas
roupas. Levando tudo já pensado, é muito mais fácil.
Lista de roupa que podes levar:
Jeans;
♦ Top's básicos;
♦ Camisolas;
♦ Uma peça de roupa mais quente, caso esteja mais frio;
♦ Casaco (trench coat é uma boa opção);
♦ Vestido (caso fores a uma festa, ou jantar mais especial);
♦ Sapatos (sapatilhas, sabrinas...)
♦ Cuecas, sutiãs e meias;
♦ Pijama;
♦ Camisola(s) de manga comprida;
♦ Chinelos de quarto;
♦ Bijuterias, relógio, cintos e outros acessórios;
♦ Saia;
Atenção: Aconselho-te a visitar este site: http://news.bbc.co.uk/weather/forecast/8?&search=london&itemsPerPage=10&region=uk, que mostra as previsões do tempo em todo o Mundo (neste caso, em Londres) nos próximos 5 dias. É uma maneira de ficarem informanda sobre o estado do tempo, e assim já sabes que roupa é que vais levar (mais quente ou mais fria).
 
 
Na tua mala também não podem faltar:
♣ Máquina fotográfica;
♣ Máquina de filmar;
♣ Bloco de notas;
♣ Carregador de telemóvel e de outros aparelhos;
♣ Livros ou revistas;
 
Leva apenas o que não podes dispensar como o creme hidratante, champô e condicionador (nos hóteis costumam disponibilizar, mas, se quiseres, podes levar o teu), desodorizante, perfume, escova e pasta de dentes, escova do cabelo, pensos higienicos ou tampões e alguma maquilhagem, se já usares.
  
  
 
Fiz este look também a pedido da leiotra que "encomendou" este post.
Depois, consoante o estado do tempo, podes conjugar com um casaco, ou vestir uma camisola mais quente.

  

tags: , ,
crated by misspiafashion às 08:00
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Domingo, 04 de Julho De 2010

Especial MADRID 2010

Olá! Bem-vindas ao Especial Madrid 2010! Tal como fiz quando fui a Londres, vou relatar a minha viagem e dar alguns conselhos importantes.

 

Atenção: Durante o Especial, vou colocar algumas fotos tiradas por mim, e outras retiradas da Internet. TODAS as fotos tiradas por mim têm o símbolo do metro de Madrid, com a inscrição "MPF em Madrid", e o link do Blog. Todas as restantes que não tiverem o símbolo são retiradas da internet. Clica nas imagens para aumentar.

As marcas que eu divulgar, não me pagam para o fazer! Simplesmente, vou dizer restaurantes e lojas onde fui etc..

 

 

Dia 1 - 24 de Junho - Dia da Viagem


Desta vez decidimos ir de carro, ou seja, tivemos de aguentar a (chata) viagem de carro, que dura um pouco mais de 6 horas. Não fomos de avião pois achávamos que ia ser mais chato ir ao Aeroporto, ter de fazer check-in... Arrependemo-nos pois a viagem é muito cansativa de carro, e, na semana anterior, a Ryanair tinha voos para Madrid a 2€ (por pessoa). Paramos perto de Salamanca para almoçar, e chegamos a Madrid perto das 17:30 (hora espanhola).

 

Mais uma vez fomos para um Novotel. O Novotel Puente de la Paz tem uns acessos complicados e é essencial ter um GPS, pois Madrid tem imensas auto-estradas e saídas, e pouca sinalização.

O Hotel está num sítio horrível, num extremo da cidade, na parte residencial, e a estação de metro mais próxima é a cerca de 10 minutos a pé.

 

(clica para aumentares)

 

 

Apanhamos o metro até à conhecida Praça de Espanha. Havia muita gente sentada ou deitada na relva, o que me fez lembrar um pouco Londres. Madrid tem temperaturas muito elevadas, por isso levem roupa fresca, e bebam muita água. Vimos o monumento a Miguel de Cervantes (criador da famosa persongem Dom Quixote de la Mancha), que também fica da Praça de Espanha e continuamos a andar até ao Palácio Real, que fica relativamente perto.

O jardim ao lado do Palácio é muito bonito, mas com o calor que estava passear por lá é quase impossível. O Palácio Real, residência oficial dos Reis de Espanha, é muito bonito e grande, mas vê-se que precisa de ser renovado. Algumas janelas parecem que não são limpas à meses, e mesmo a pintura do palácio está "suja".

 

 

Ao lado do grande Palácio situa-se a majestosa Catedral de Almudena, onde, à cerca de 5 anos se casaram os Príncipes das Astúrias, Leticia e Felipe. A Catedral é fantástica, tanto por fora como no interior. Tens vários altares todos eles muito coloridos, e, é um sítio bem fresquinho ;) Mas, os altares, em vez de flores, tinha plantas em vaso, para aguentares melhor o calor abrasador que se faz sentir em Madrid.

 

Fomos passear pela zona antiga e histórica de Madrid, que é muito bonita e agradável, com muitas lojinhas de recuerdos, e um mercado muito engraçado e com um toque antigo.

Fomos até um dos pontos turíticos mais conhecidos de Madrid. A Plaza Maior, é, sem dúvida, um sítio fantástico para se estar... O problema é que as esplanadas de cafés que lá existem são todas caríssimas!...3 bebidas ficaram perto de 13 euros!

 

 

 

Fomos passeando por pequenas ruas cheias de lojinhas e chegamos à Plaza Puerta del Sol. Madrid é conhecido pelas suas diversas praças amplas e bonitas, e a Puerta del Sol não é excepção. No momento em que nos encontrávamos na Praça estava a decorrer uma mnifestação, o que nos impediu de ver o famoso Urso que é o símbolo de Madrid. Voltámos a esta preça no dia 3, mas isso fica para mais tarde...

 

Apesar de não parecer pelo tempo nas fotos, já eram 20:30, por isso, fomos jantar e voltamos ao Hotel, que ficava a cerca de 50 minutos (de metro) do centro da cidade.

 

 

Dia 2 - 25 de Junho - Museus & etc.


 

 

Começamos por visitar um dos sítios mais emblemáticos de Madrid, a grande Praça de Touros de Las Ventas. Para quem não sabe, é a maior da

Europa e a segunda maior do Mundo. É do mesmo estilo do "nosso" Campo Pequeno, só que muito maior.Não fomos fazer uma visita ao interior da praça de touros, pois não achamos que seria necessário. Além disso, sou contra as touradas.

Passeámos pelas imediações da praça e vimos os estábulos. O tempo de manhã estava enevoado, mas à tarde ficou quente, muito quente!...

 

 

Seguimos para Moncloa, onde se situa o Palácio com o mesmo nome da localidade, que é a sede central da Presidência do Governo de Espanha e a residência oficial do primeiro-ministro e da sua família. Além do palácio, também existe o grande Farol de Moncloa(é uma torre, Madrid não tem mar) e a Puerta de Monlcloa(não sei se era este o nome, corrijam-me se estiver errada).

 

Cotinuamos até ao Parque de Rosales onde andamos de teleférico. Atravessamos toda a cidade e contemplamos uma vista magnífica, e, apesar de eu ter vertigens, o esforço compensou. Mas, antes disso, passamos por uma Zara e o El Corte Inglés.


Almoçamos e fomos até a um dos locais comerciais mais conhecidos de Madrid, a Gran Vía. Tem muita agitação e vê-se Zara's, Sfera's

e H&M's com  muita frequência. Mas uma coisa que me impressionou foi a quantidade de pessoas e pedir e a viver nas ruas. Nunca tinha visto tanta gente a viver em situações de extrema pobreza. É realmente impressionante. Além disso, vê-se prostituição "à descarada".

 

 

Seguidamente fomos até à famosa Praça de Cibeles onde são festejadas as vitórias do maior clube da cidade, o Real Madrid. É uma praça lindíssima, com uma fonte com o mesmo nome da praça. Peço desculpa por a fotografia não ser a melhor, mas podem ver a fonte e atrás o Palácio das Comunicações, que é a estação central dos Correios de Madrid.

 

 

Continuamos caminho até à Puerta de Alcalá, que fica mesmo em frente do Parque del Buen Retiro, o equivalente ao Hyde Park em

Londres. O parque é muito agradável e cheio de animação. Tem pessoas a tocar nas ruas do parque, um lago  fantástico onde se pode andar de barco, um "Palácio de Cristal"(funciona como estufa) e ainda um museu de arte moderna onde vimos uma exposição muito engraçada sobre a alimentação e a comida.

 

 

Como o parque atravessa parte da cidade, saímos perto da grandiosa estação de comboios de Atocha, onde, no dia 11 de Março de 2004 morreram 191 pessoas devido a ataques terroristas nas linhas numa das maiores estações de comboios de Espanha.

 

É uma estação cheia de agitação e com um design muito bonito (um dos arquitectos foi Gustave Eiffel).

 

 

 

 

Perto de Atocha está o Triângulo de Ouro da Arte - os 3 museus mais importantes de Madrid. O Rainha Sofia, o Thyssen-Bornemisza e o Museu do Prado. Fomos em primeiro lugar ao Thyssen-Bornemisza pois não tem horário gratuito. Tem imeeeensos quadros, muitos retratos e a colecção privada da família.

Seguimos para o Rainha Sofia (Reina Sofia em espanhol), onde se encontra uma das maiores obras do pintor espanhol Pablo Picasso, o "Guernica". O quadro é sem dúvida fantástico, e o museu tem quadros excelentes de pintores muito conhecidos como Juan Miró ou Salvador Miró.

 

Dia 3 - 26 de Junho - Desportos & Compras

 

 

 

Começamos este dia por ir até ao famoso estádio Santiago Bernabeu, palco dos jogos do Real Madrid, onde jogam os craques portugueses Cristiano Ronaldo e Pepe. Estava a decorreu no exterior do estádio um campeonato de street basket, por isso, as imediações do estádio estavam cheias de gente. Não fomos ao interior do estádio, pois não achamos necessário conhecer, até porque já conheciamos o Estádio do Dragão, e os estádios são parecidos.

 

 

Seguimos para o centro empresarial de Madrid onde se encontram as torres K.I.O. (ou Puerta de Europa).

Passeámos por essa zona e voltámos ao centro da cidade para ver a Praça de Cólon (Colombo). Como o calor era intenso , parámos para descansar.

Já tínhamos visto tudo em Madrid, e só nos faltava o Museu do Prado, o edíficio Metropólis e o Urso.

 

 

Por isso, fomos até à Gran Vía para ver o emblemático edifício Metropólis, e subimos até à Plaza Puerta del Sol para ver o famoso Urso.

 

Além disso, na Praça existe uma Topshop! Confesso que fiquei um pouco desapontada. No site tudo parece muito mais bonito do que é ao vivo. Além disso, tem muitas mais coisas no site. Fiquei um pouco triste.

 

 

Nessa tarde, como tínhamos de esperar pelas 18:00h para irmos ao museu do Prada no horário gratuito, fomo fazer compras à Gran Via. A H&M é gigaante! Vende tudo. Desde champôs e cremes corporais até bodys para dançar! Tem o triplo dos artigos que te aqui em Portugal.

 

Para finalizar a tarde, fomos ver o estádio do Atlético de Madrid, onde joga o Simão Sabrosa, o estádio Vicente Calderón. Esteticamente o estádio é mais bonito do que o do Real Madrid. Só que fica numa zona residencial, muito longe do centro da cidade.

 

 

 

 

E, por último, fomos ao Museu do Prado. É um museu grande, com uma colecção notável, e por isso demora muito tempo a ver. É sempre o

mesmo tipo de pintura, do século XVI até ao XIX. Os temas são a religião, cenas bíblicas ou retratos, o que torna o museu um pouco cansativo.

 

 

 

ÚLTIMO APONTAMENTO: Madrid é uma cidade cosmopolita, mas acho Lisboa mais bonita e com mais interesse do que Madrid. E, depois de ter ido a Londres, é díficil adorar Madrid. Mas não desgostei, muito pelo contrário. Mas fomos 4 dias e 2 dias chegavam perfeitamente para ver a cidade.

 

Quinta-feira, 24 de Junho De 2010
Terça-feira, 20 de Abril De 2010

Especial LONDRES 2010 - 2ª Parte

Esta é a continuação do Especial LONDRES 2010. Se quiseres ver a 1ª parte deste especial, clica aqui.

 

Atenção: Durante o Especial, vou colocar algumas fotos tiradas por mim, e outras retiradas da Internet. TODAS as fotos tiradas por mim têm o símbolo do metro de londres (o conhecido underground), com a inscrição "MPF em Londres", e o link do Blog. Todas as restantes que não tiverem o símbolo são retiradas da internet. Clica nas imagens para aumentar.

 

 

Dia 3 - 8 de Abril - Render da Guarda

 

 

Para começar este dia com céu azul e limpo (o que é raro em Londres), fomos até ao Buckingham Palace ver o famoso Render da Guarda, mas, até chegar ao destino, passamos por Trafalgar Square.

 

Mas, o Render da Guarda foi muito giro, desde a música, até às 'fatiotas' dos guardas (os famosos chapéus gigantes). Estava imensa gente, pois esta cerimónia é uma das principais atracções turísticas de Londres, mas não deixou de ser espectacular. Conselho: informe-se antes do horário do Render da Guarda, pois facilita imenso.

A seguir, fomos dar uma volta pelo St. James Park, que parece um verdadeiro cenario de contos de fadas - e como o tempo ajudou, ainda tornou

este parque mais encantado. Se queres ver uma foto do St. James Park, clica aqui.

 

 

Depois do render da guarda, fomos ver (por fora, claro!), o nº 10 de Downing Street, a famosa residência do Primeiro Ministro Britânico. Com os problemas políticos que a Ingleterra atravessava, a segurança estava apertadíssima.

 

Fomos até Marble Arch, que é mesmo pertinho de Oxford Street, pois queríamos conhecer o Hyde Park e fazer umas comprinhas, claro!

 

Passamos pelos grandes armazéns Selfridges, que são do género do Harrods.

 

Deixo aqui 4 fotos, que, a primeira (de cima, na esquerda) é uma montra do Selfridges, a segunda (da cima, na direita), é o stand da Dior também no Selfridges, a terceira (de baixo, na esquerda) é o Hyde Park, onde montes de gente estava a almoçar as famosas sandes rápidas, muito populares em Londres, e a última foto (de baixo, na direita), mostra o Speaker's Corner, que, segundo a tradição, iam para lá pessoas falar e dizer mal sobre o que lhes apetesse, menos da Rainha! Não vi lá ninguém a fazer isso, mas no Guia American Express falava que isso só acontecia aos Domingos, e eu fui lá a uma Quinta.

 

A seguir, fomos fazer umas comprinhas à Primark, e comprei uns Oxford Shoes, umas sapatilhas vermelhas (vintage, tal como o meu estilo), uma imitação barata da 2.55 da Chanel, uns óculos de sol (muito vintage, também), e uma blusa branca. Posso dizer qe a minha compra mais cara foi a carteira, que custou 8£! A Primark, para quem é do Porto (como eu) só existe em Rio Tinto, no centro comercial Parque Nascente. A Primark vale, sem dúvida, a pena. Só que, em Londres a Primark é um edifício independente com dois pisos! Por isso, e como os rapazes do grupo estavam a ficar impacientes e só tínhamos uma mala cada um), as nossas compras ficaram por ali.

 

 

 

Seguimos para o British Museum, que é gigante, e que merecia um dia só para ser visto! Lá tem, basicamente, o que aparece nos livros de História. Desde a pré-História até ao séc. XIX, lá tem tudo!

Penso que vale realmente a pena, mas não se dêm ao trabalho de tirar fotografias, pois é taaanta coisa e as fotos ficam com má qualidade. Se estiverem realmente interessadas, comprem os livros que sintetizam e têm imensas fotos profissionais dos objectos de principal interesse do museu.

 

 

E o melhor deste dia foi a noite. Ir a Londres e não ir ver um musical é "como ir a Roma e nao ver o Papa!" Fomos ver o Fantasma da Ópera (foi-me

aconselhado por uma pessoa que é ligada ao mundo das artes do espectáculo) e foi um investimento (cada bilhete, dos mais fracos - os nossos - custavam 48£ cada) compensado pela qualidade do espectáculo. O teatro é que não era dos melhores, pois era antigo e estava arquitectónicamente mal feito. Conselho: Os espectáculos em Londres começam às 19:30h , por isso, comam apenas uma sande antes, e depois bebam um grande copo leite no Starbucks ;)

 

E, por acaso, esta semana (dia 22), a revista Visão traz o CD das músicas do Fantasma da Ópera, gratuitamente. As músicas são muito boas, e, como é óbvio, vou comprar a Visão!

 

 

Dia 4 - 9 de Abril - Princess Diana Memorial Fountain

 

 

 

Começamos o dia visitando o Hyde Park, para ver a famosa estátua do Peter Pan, muito engraçada, mas nada de especial, na

minha opinião.

 

Continuamos o maravilhoso passeio por um dos meus sítios favoritos em Londres, o Hyde Park, até ao memorial da Princesa Diana, que foi, sem dúvida, um monumento que me tocou. É um pouco difícil de descrever como aqui lo é, pois é daquelas coisas que só se pode perceber como é vendo. É uma fonte com a forma de um 'D', a correr de várias formas em diferentes pontos da fonte. Para ajudar, vou deixar a foto.

 

 

Passamos um bom tempo na fonte (pode-se molhar os pés etc.) , pois o dia estava muito agradável e fomos até ao Natural History Museum, que, como em geral, todos os museus de Londres mereciam um dia só para serem vistos. O museu era muito interessante, em especial para amantes de dinossauros, e Biologia, mas estava tanta gente, tanta gente! Penso que é um pouco por causa dos museus em Inglaterra serem gratuitos, mas também por ser numa semana que apanhava as férias escolares.

 

Fomos almoçar a um restaurante só de comida orgânica muito agradável, que, adorei (:

 

Na parte da tarde, fomos ao Science Museum, que foi o que mais gostei, de todos. Falava de Astronomia ("como viver no espaço". por exemplo),

História da Medicina, e era um museu muito interactivo.

 

Gostei muito também muito da parte da aviação, que tinha desde os primeiras aeronaves até ao futuro dos aviões.

 

 

Depois desta dose dupla de museus, fomos até ao famosíssimo armazém Harrods. A parte mais interessante foi a que toquei nuns Louboutin. Infelizmente, só toquei :p Só tenho uma imagem do interior do Harrods, pois os guardas estavam a olhar para mim com uma cara que metia respeito, por isso, achei melhor guardar a cmâra para depois... Gostei de passar pelas lojas Óscar de La Renta , Chanel, Prada... muito bonito, mas não para os bolsos da maioria de nós. Na minha opinião, aquilo tinha mais turistas do que propriamente pessoas interessadas em comprar.

 

 

 

E, para completar mais um dia fantástico, fomos andar na London Eye! Fomos a uma hora óptima, pois estava a anoitecer e tornou este "passeio" ainda mais especial!

 

Aconselho a todos a irem no final da tarde, pois o efeito de Londres com o crepúsculo é divino!

 

 

Dia 5 - 10 de Abril - Last Day

 

E, parece que foi muito rápido, pois é, mas já era o último dia.

De manhã, fomos à City (centro económico) de Londres, onde existem os maiores arranha-céus, e, para meu espanto, lojas de luxo, como, por exemplo, a Louis Vuitton, Gucci, Chanel ... (Por falar em Louis Vuitton, alguém sabe onde posso arranjar uma imitação de uma Speedy 30, barata? Ando desesperadamente à procura de uma. Se souberes , deixa o teu comentário ;) )

Continuando... vimos o Banco de Inglaterra, e seguimos para o Barbican Centre (centro de artes), que é o maior da Europa e, realmente, é muito agradável. E, ao lado, são as escolas de artes de Londres. Sem dúvida, um sítio fantástico para construir uma escola. FOmos ver uma esposição muito interessante que consistia em fazer música com pequenos pássaros, ou seja, como mostra na imagem da direita, os pássaros andavam a voar livremnte e quando pousavam nas guitarras ou nos pratos (de batéria) produziam som.

 

Á tarde, fomos a PortoBello Market, que ficou conhecido por ser um dos cenários do filme Notting Hill. O mercado é fantástico, e é todo na rua. O que predominam são antiguidades (muita tralha, também), mas encontram-se umas peças bem giras e muito vintage, que eu adorei!

As ruas tinhas imensa agitação, música, artistas de rua...

Para terminar este último dia, voltamos a Oxford Street, para terminar as nossas comprinhas ;)

 

 

Dia 6 - 11 de Abril - Home, Sweet Home

 

Com muita pena de todos nós, o dia de voltar para Portugal chegava. Uma vez mais, a viagem foi agradável e passou rápidamente, apesar de virmos quase todos a dormir, pois o nosso voo foi muito cedo. Conselho: da ida do vosso hotel (em Londres) até ao Aeroporto, optem por ir de táxi (previamente alugado), pois é mais fácil do que ir num autocarro, em que o ponto de encontro não é noa porta do hotel.

 

E assim acaba o Especial LONDRES 2010, espero que tenham gostado :)

 

tags: ,
crated by misspiafashion às 08:18
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sábado, 17 de Abril De 2010

Especial LONDRES 2010 - 1ª Parte

Olá e bem-vindas ao Especial LONDRES 2010!

Aquivou mostrar, por meio de fotografias e comentários feitos por mim, a minha viagem de 5 dias à cidade de Londres.

Vou-vos dar conselhos, e comentários pessoais.

 

Atenção: Durante o Especial, vou colocar algumas fotos tiradas por mim, e outras retiradas da Internet. TODAS as fotos tiradas por mim têm o símbolo do metro de londres (o conhecido underground), com a inscrição "MPF em Londres", e o link do Blog. Todas as restantes que não tiverem o símbolo são retiradas da internet. Clica nas imagens para aumentar.

 

As marcas que eu divulgar, não me pagam para o fazer! Simplesmente, vou dizer restaurantes e lojas onde fui etc..

 

Let's start...


 

Dia 1 - 6 de Abril - Dia da Viagem

 

Como sou do Porto, às 5 e meia da manhã estava eu no Aeroporto Francisco Sá Carneiro para embarcar, num voo da companhia Ryanair (daí só ter chegado ao aeroporto com um hora de antecendência - porque não levava malas no porão e já tinha feito o check-in na Internet) com destino para Londres.

 

(clica na imagem para aumentares)

 

 

 

Foi a primeira vez que viajei na Ryanair, e confesso que estou satisfeita. Como só se pode levar uma mala de mão (e com as medidas estipuladas - quem quiser levar mais bagagem no porão tem de pagar uma taxa extra e fazer o check-in no Aeroporto, além de ter de estar lá muito mais cedo), e já tinha feito o check-in na Internet, foi só pegar nos bilhetes (imprimidos pela própria pessoa), e passar pela segurança.

Quanto à segurança no Aeroporto do Porto, eles não são muito rigorosos, mas convém levar a saca plástica transparente com os líquidos (100 ml. no máximo). Eles não pedem a toda a gente para tirar o saquinho, só pedem, por exemplo, de 10 em 10 pessoas. E não pesam as malas (na Ryanair não podem exceder os 10 quilos), nem as medem (pois na mesma companhia aérea existem umas medidas que nós, passageiros, não podemos exceder).

A viagem foi agradável, vimos o nascer do Sol, não tivemos grandes turbulências e a aterragem foi calma, sem muitos solavancos e saltinhos. Mas, de 5 em 5 minutos, as hospedeiras lá vinham com o carrinho tentar vender alguma coisa. Perfumes, comida (até pizzas e sandes quentes tinham!), rifas etc., etc....

E, 15 minutos mais cedo que o previsto, chegamos a Londres - Aeroporto de Stansted (não é o central, ainda fica a 1 hora de autocarro).

 

 

Apanhamos um autocarro turístico que faz o percurso Stansted - Liverpool e, quando chegamos "metemo-nos" no famoso Underground.

 

Aquilo é, sem dúvida alguma, um mundo!

 

Uma imensidão de linhas,

montes de gente, de todas as raças, estilos, religiões... Londres não é, de todo, uma cidade para pessoas xenofóbicas. A integração racial está presente lá, em peso. Mas, continuando com a história do Metro, apanhamos a Northen line e saímos em Tower Bridge, para nos dirigirmos ao Hotel. No Metro de Londres, a publicidade reina. Nas escadas rolantes, nas linhas... Na imagem, vê-se a publicidade nas escadas rolantes, que chegavam a ter 20 metros de extensão!

 

 

Perto da estação de Metro (conselho: se querem andar de Metro em Londres, escolham um hotel perto de uma estação), encontramos o nosso hotel, o Novotel London City South, que passo a mostrar na imagem.

 

 

 

O hotel era agradável, mas próprio para quem não quer ficar lá [no Hotel] muito tempo. Não tinha propriamente uma "sala de estar", além de ser muuuito quente, até mesmo a chegar ao insuportável. Conselho: não levem um pijama muito quente, pois os hotéis são muito quentes, e torna-se desconfortável dormir com um pijama muito quente, num ambiente muito quente.

Estava em regime Bed & Breakfast (ou seja, só dormia e tomava o pequeno-almoço lá), e, pelo menos o pequeno-almoço era bom e tipicamente inglês (ovos mexidos, feijão, bacon...).

Conselho: na minha opinião, é melhor ficarem em regime Bed & Breakfast, pois é complicado voltar ao Hotel para fazer as outras refeições, porque, muitas vezes,só temos oportunidade de almoçar mais tarde).

 

 

 

A seguir, fomos procurar um restaurante nas imediações do Hotel para almoçar. Em Londres, eles têm o hábito de tomar um

grande pequeno-almoço e depois comer uma simples sande ao almoço. Existem imensos restaurantes de sandes e comida rápida em Londres.

 

Os que se vê em cada esquina, e muito perto uns dos outros são o Eat., o Pret-a-Manger e o Starbucks. Estes três estabelecimentos de comida rápida (o Starbucks também vende sandes), são, na minha opinião, os melhores que à em

Londres (e os que há mais). Na primeira imagem, as três cadeias de comida rápida em Londres, na segunda,

dentro do Pret-a-Manger.


Nunca tinha provado uma bebida do Starbucks (na minha antiga opinião, aquilo não passava de um café

que ganhou fama por causa das estrelas de Hollywood beberem muito do seu café. Mas vale totalmente a pena. O leite, com espuma em cima... Mmm! Mas, se comprarem lá uma sande, peçam para levar, pois o preço aumenta (e muito!) se comerem lá. E aliás, tem muito estilo andar pelas ruas de Londres com um cafézinho Starbucks.

E estava com a ideia que em Londres existissem mais Mc.Donalds, mas estes só existem em ruas mais movimentadas, como Piccadilly ou Oxford Street.

 

Na tarde do dia 6, fui ver a Tower of London, onde guardam as jóias da coroa. A Torre em si, é bonita, mas nada de especial.

Dentro do cofre forte (mais forte do que o de um banco!) temos as famosas jóias da rainha, e todas as suas coroas. Na minha opinião, acho que são demasiadas jóias. É daquelas coisas que se vê uma vez na vida, e estão vistas.

Mas não deixa de ser interessante, e além disso vê-se os famosos guardas da coroa.

 

Depois da visita à Tower of London, fui fazer um passeiro de barco pelo rio Thames (Tamisa), que aconselho vivamente a todos. Tem-se uma visão dos vários edifícios ao longo do rio, e, como o meu barco tinha um guia, isso completou a viagem. Só que os ingleses adoram vender tudo o que têm. Em todos os museus, monumentos e afins existe sempre sempre uma lojinha de souvenirs.

 

 

 

A famosa London Bridge vista do barco. Não fui à Ponte ver as masmorras, pois disseram-me que não valia assim tanto a

pena.

 

As fotos que tenho do passeio de barco fazem-me imaginar como aquilo é por dentro. Uma bela construção, definitivamente.

A saída do barco era mesmo em frente do Big Ben, e aproveitamos para o vislumbrar, juntamente com as Houses of Parliament.

Sinceramente, acho que o Big Ben tem mais encanto nas fotografias que vemos por aí, mas não deixa de ser muito bonito.

Deixo aqui a minha foto preferida do Big Ben. Parece tirada por um profissional, modéstia à parte.

Depois do Big Ben, fomos dar uma volta pelas traseiras das Houses of Parliament, e, como durante os dias em que lá estive, o Governo ingles caíu, estavam lá todas as televisões, rádios e afins.

Depois de um dia cansativo, voltamos para o Hotel, para dormir bem, o que é essencial quando se anda muitos quilómetros por dia.

 

Dia 2- 7 de Abril - Madame Tussaud's

 

Estava ansiosa por este dia pois toda a gente sabe que o Madame Tussaud's é uma das principais atracções de Londres.

Mal saímos do hotel fomos para Baker Street, que é a estação mais perto do museu. Sò que, quando lá chegamos, o segurança disse que só para comprarmos os bilhetes demorava 3 horas! E era só para comprar os bilhetes.

Fomos dar uma volta por Baker Street (a famosa rua do Sherlock Holmes), e ao Regent's Park, para ver se, quando voltassemos ao Madame

Tussaud's, a fila tinha diminuido.

O Regent's Park é lindíssimo, tal como todos os parques em Londres. É impressionante como numa cidade tão agitada, muito populada e poluída, existem assim tantos parques verdes com uma Biodiversidade espectacular! Adorei!

Vê-se imensa gente a praticar jogging nestes fantásticos parques, e até mesmo na rua.

 

Depois deste agradável passeio no Regent's Park, voltamos ao Museu de Cera (Madame Tussaud's), para ver se a fila tinha

 

diminuido. Mas não. O mesmo sugurança disse que, naquele momento, o tempo estimado eram 4 horas ainda para comprar o bilhete. Por isso, como éramos 11 pessoas, e os grupos só eram considerados a partir de 15 pessoas, convidamos um casal portugês com 2 filhos para entrar conncosco como grupo, pois a entrada era directa (não precisávamos de comprar o bilhete antes) e a fila era muito menor. Assim, conseguimos entrar sem ter de esperar as 4 horas previstas. Mas dentro do Madame Tussaud's estava tanta, tanta, tanta gente! Nem se podia ver com atenção as famosas figuras de cera.

Gostei imenso do Museu, e tirei muitas fotos com as mais brilhantes estrelas da música, cinema...

 

 

Não sei se alguma de vocês já foi ao Museu recentemente, mas eu não sabia que existia lá o "Scream" - a câmara dos horrores. Nessa parte, existem figuras de cera, como por exemplo, enforcados, exorcizados etc., ect. e, no fim, a verdadeira câmara dos horrores, com actores verdadeiros a assutarem as pessoas, como se nós mesmos estivessemos num filme de terror. Aconselho vivamente a irem com alguém a quem se possam agarrar, pois entram 4 pessoas de cada vez e é um pouco assutador, mas, quando se sai, até se acha uma certeza piada, mas não aconselho a quem seja muito sensível.

Depois do Madame Tussaud's fomos almoçar a Covent Garden, um mercado muito bonito, e cheio de animação.

Fomos também ver a Royal Opera House, os Royal Courts of Justice e Temple Church.

 

Depois deste destes três monumentos, fomos até Greenwich para estar no ponto 0º. O centro estava fechado, mas conseguimos encontrar a linha que divide o Planeta Terra em Ocidente e Oriente. Gostei muito e agora já percebo porque chamam Greenwich - é uma cidade muito verde, e, no cimo de um monte, está o observatório Real.

 

Voltamos para o centro de Londres e fomos até Picaddilly Circus, para ver a famosa placa de anúncios lumisosos. Além disso, a conhecida estátua do Deus do Amor, segundo a mitologia grega, Eros. É um dos sítios mais movimentados de Londres e eu adorei. Cheio de animação, principalmente à noite.

Fomos também ao SoHo e à Chinatown, que, igualmente, estavam cheios de gente. É isto que eu adoro em Londres, a agitação.

 

 

 


Como sabem, este Especial vai ser dividido por 2 partes.

A 2ª eúltima parte vai ser postada amanhã de tarde.

 

Espero que tenham gostado desta 1ª parte do Especial,

e não se esqueçam de deixar o vosso comentário ;)

 

 

 

 

 

 

 

 


 


tags: ,
crated by misspiafashion às 14:11
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
Domingo, 11 de Abril De 2010

Update

Olá!

Cheguei de Londres esta manhã, e, sinceramente, estou com saudades daquela agitação!

Vou fazer um Especial LONDRES 2010, que se vai dividir em 2 partes [uma no sábado, e outra no domigo da próxima semana].

Vou incluir fotos de monumentos, opiniões, restaurantes a que fui, conselhos de viagem (como: o que levar na mala?; que roupa levar?...), hotéis, aviões, espectáculos, principais atracções e, claro, moda londrina.

Durante esta semana o Blog vai estar a 100% novamente, só no Sábado e Domingo é que vamos ter o especial.

Para vos "aguçar o apetite" sobre o especial, deixo aqui uma das muitas fotos da minha estadia em Londres.

 

Atenção: Durante o Especial, vou colocar algumas fotos tiradas por mim, e outras retiradas da Internet. TODAS as fotos tiradas por mim têm o símbolo do metro de londres (o conhecido underground), com a inscrição "MPF em Londres", e o link do Blog. Todas as restantes que não tiverem o símbolo são retiradas da internet.

 

(clica na imagem para aumentares)

St. James Park
St. James Park
tags: , , ,
crated by misspiafashion às 18:07
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 08 de Abril De 2010

Mensagem da MissPiaFashion via LONDRES!

Ola!

Decidi fazer-vos uma surpresa e posto uma pequena mensagem directamente de Londres!

A viagem esta a correr muito bem, e ainda tenho mais dias aqui. Tenho imeeeeeensas fotos, mas depois mostro tudo!Hoje vou ver o  render da guarda e fazer umas comprinhas! TOPSHOP, PRIMARK, MONSOON...

Tenho de ir, pois Londres espera-me ;)

Beijinhos,

 

MissPiaFashion in London

sinto-me: Londrina!
tags: , , ,
crated by misspiafashion às 08:22
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Terça-feira, 06 de Abril De 2010

Mais sobre a MPF

Pesquisa

 

Visitas

Contador free
Camisetas

Dezembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31